wiki:WikiStart
Last modified 6 years ago Last modified on 06/08/12 14:16:37

Bem Vindo ao Processo de Desenvolvimento de Software da Prognus Software Livre!

Este site documenta o Processo de Desenvolvimento de Software da Prognus Software Livre (visitar), que foi definido e implementado com o objetivo de garantir que todos os produtos de software da empresa tenham o mais alto nível de qualidade, segundo as principais normatizações existentes. Estes processo de desenvolvimento adere ao MPS - Modelo de Melhoria de Processo de Software Brasileiro (visitar), que é baseado nas normas ISO de qualidade de software e no Modelo de Capacidade de Maturidade CMM.

A definição e institucionalização de um processo rígido de desenvolvimento de software é parte fundamental da estratégia desenhada pela Prognus Software Livre para entregar produtos de alto valor agregado e alto padrão de qualidade para seus clientes e para a comunidade do Expresso Livre (visitar). Este processo está fundamentado em dois pilares: "Excelência nos Processos" e "Constante Agregação de Valor". Com o primeiro buscamos atingir o mesmo nível de excelência encontrado em empresas de Classe Mundial (visitar). Estas empresas são altamente orientadas por processos e informações. Com o segundo pilar, queremos colocar a empresa na trilha da inovação e entregar ao cliente produtos realmente úteis e de alto valor.

A empresa reconhece a importância da comunidade em seu negócio e, ao desenvolver este processo, se preocupou em reafirmar o seu compromisso com o projeto em vários aspectos do seu processo. E a entidade do processo responsável por isso é o Comitê Interno do Produto, formado por representantes da empresa, dos clientes e da comunidade e tem como atribuição decidir o futuro da ferramenta e das funcionalidades que a integrarão em consonância com a própria comunidade.

MPS.BR

O Processo de Desenvolvimento de Software da Prognus Software Livre foi desenvolvido conforme o MPS.BR - Modelo de Melhoria de Processos do Software Brasileiro. Este modelo é simultaneamente um movimento para a melhoria e um modelo de qualidade de processo voltada para a realidade do mercado de pequenas e médias empresas de desenvolvimento de software no Brasil. Ele é baseado no CMMI, nas normas ISO/IEC 12207 e ISO/IEC 15504 e na realidade do mercado brasileiro. O projeto tem apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia, da FINEP e do Banco Interamericano de Desenvolvimento e é desenvolvido pela Softex, pelo governo e por universidades.

O MPS.Br é dividido em 3 partes: MR-MPS, MA-MPS, MN-MPS, sendo que o MR-MPS é o modelo de referência propriamente dito e está dividido em 7 níveis de maturidade e 9 (confirmar) Resultados de Processo que medem do nível de Capacidade da empresa (visitar). Cada nível de maturidade possui suas áreas de processo, onde são analisados os processos fundamentais (aquisição, gerência de requisitos, desenvolvimento de requisitos, solução técnica, integração do produto, instalação do produto, liberação do produto), processos organizacionais (gerência de projeto, adaptação do processo para gerência de projeto, análise de decisão e resolução, gerência de riscos, avaliação e melhoria do processo organizacional, definição do processo organizacional, desempenho do processo organizacional, gerência quantitativa do projeto, análise e resolução de causas, inovação e implantação na organização) e os processos de apoio (garantia de qualidade, gerência de configuração, validação, medição, verificação, treinamento).

Com a definição e implementação do seu processo de desenvolvimento, a Prognus Software Livre busca, atualmente, a certificação no Nível G - Parcialmente Gerenciado.

A quem se destina este site?

Este site foi criado para documentar todo o Processo de Desenvolvimento de Software da Prognus Software Livre e deve ser consultado sempre que houver dúvidas quanto ao que precisa ser feito em determinado momento. Ele dever ser utilizados por todos membros da equipe de desenvolvimento da empresa e que estejam envolvidos em um Ciclo de Lançamento (consultar) do Expresso Livre. A atualização destas páginas é de responsabilidade da equipe de implementação do processo (consultar equipe). Se encontrar um erro ou uma inconsistência, envie um e-mail para a Equipe de Implantação do Processo ou entre em contato com o seu Gerente de Projetos.

Como este site está organizado?

O site está dividido conforme a estrutura do Processo de Desenvolvimento de Software da Prognus Software Livre, de tal forma que, cada parte pode ser consultada independentemente e sem uma ordem pré-estabelecida. De fato, por todo o site você encontrará links apontando para outras partes dele. Abaixo, as seções deste site:

Partes do Processo:

Processo de correção de bugs

Correção de bugs não é abordado no nível G do MPS-BR, até porque está relacionado a práticas de serviço/garantia de um produto, e não do desenvolvimento do produto em si, porém, foi definido um fluxo de atividades visando a institucionalização e automatização do registro e suporte na correções de bugs, uma vez que no Processo de Desenvolvimento de Software da Prognus Software Livre temos um ciclo de vida do produto, e que este produto é lançado à comunidade e clientes e necessita atenção após isto, pois ainda assim podem existir defeitos no produto lançado.

Também foi definido um SLA (Service-level Agreement - Acordo de nível de serviço) que trata as prioridades e o tempo de resposta e solução dos defeitos registrados contra o produto. O objetivo é garantir a padronização das atividades relacionadas ao tratamento e correção de bugs, garantindo qualidade e o menor tempo de resposta possível ao cliente na solução dos problemas.